sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Zac Efron

Momento Sexy (56)


Luke Cage

Séries Fantásticas

Luke Cage (Netflix)
1.ª Tempotada
Com: Mike Colter (Luke Cage), Mahershala Ali (Cornell "Cottonmouth" Stokes), Simone Missick (Misty Knight), Theo Rossi ("Shades" Alvarez), Alfre Woodard (Mariah Dillard), Rosario Dawson (Claire Temple), Frank Whaley (Rafael Scarfe), Sônia Braga (Soledad Temple), Frankie Faison (Henry "Pops" Hunter), Rob Morgan (Turk Barrett), Sean Ringgold (Sugar), Parisa Fitz-Henley (Reva Connors), Erik LaRay Harvey (Willis Stryker/Diamondback), Ron Cephas Jones (Bobby Fish), Stan Lee (cameo).
Estreia: 30 de Setembro de 2016 nos E.U.A.
Portugal: 30 de Setembro de 2016 no Netflix Portugal.

Luke Cage faz parte de um conjunto de séries baseadas em comics da Marvel, que incluem Daredevil, Jessica Jones e Iron Fist e que darão origem à serie Defenders, onde os nossos heróis vão juntar forças para lutar contra o mal. Depois de muita publicidade e promoção da série com vários trailers, o canal Netflix estreia a série a 30 de Setembro em todo o mundo. Para quem gostou de Daredevil e Jessica Jones, faz todo o sentido ver mais esta série, que faz parte deste conjunto de produções que darão origem aos Defenders.

A série segue Luke Cage enquanto ele tenta eliminar um criminoso no Harlem, em Nova Iorque, sendo que desta vez ele está sozinho na sua cruzada. Contudo, vamos poder ver a enfermeira Claire Temple (Rosario Dawson) que apareceu tanto em Daredevil como em Jessica Jones e que provavelmente será a única personagem a entrar em todas as produções. Tal como Jessica Jones, Luke Cage pretende abordar temas importantes para a sociedade actual e pretende atrair o interesse dos fãs da banda desenhada, enquanto tenta encontrar um novo público que pode pensar que uma adaptação de um comic não é para si.

The Selected Short Fiction of Ursula K. Le Guin



Lançamentos

Se existe autora cuja obra eu gostaria de possuir por inteiro, é sem sombra de dúvida, a obra completa de Ursula K. Le Guin, a minha escritora preferida. Cada vez que sai uma colecção nova dela, desejava poder comprá-la. Infelizmente, a minha situação financeira não o permite, mas aqui está mais uma colecção que gostaria de ver nas minhas estantes um dia. Para quem gosta de edições especiais com caixas, este The Selected Short Fiction of Ursula K. Le Guin reúne alguns dos seus melhores contos e novellas em dois volumes: The Unreal and the Real e The Found and the Lost. A publicação é da Saga Press em Hardcover e a caixa com os dois volumes sai a 15 de Novembro de 2016.


Part I: Where On Earth
Introduction
“Brothers and Sisters”
“A Week in the Country”
“Unlocking the Air”
“Imaginary Countries”
“The Diary of the Rose”
“Direction of the Road”
“The White Donkey”
“Gwilan’s HarpMay’s Lion”
“Buffalo Gals, Won’t You Come Out Tonight”
“Horse Camp”
“The Water Is Wide”
“The Lost Children”
“Texts”
“Sleepwalkers”
“Hand, Cup, Shell”
“Ether, Or”
“Half Past Four”

Part II: Outer Space, Inner Lands
Introduction
“The Ones Who Walk Away from Omelas”
“Semley’s Necklace”
“Nine Lives”
‘Mazes”
“The First Contact With the Gorgonids”
“The Shobies’ Story”
“Betrayals”
“The Matter of Seggri”
“Solitude”
“The Wild Girls”
“The Fliers of Gy”
“The Silence of the Asonu”
“The Ascent of the North Face”
“The Author of the Acacia Seeds”
“The Wife’s Story”
“The Rule of Names”
“Small Change”
“The Poacher”
“Sur”
“She Unnames Them”
“The Jar of Water”


Vaster than Empires and More Slow
Buffalo Gals, WonÕt You Come Out Tonight
Hernes
The Matter of Seggri
Another Story or a Fisherman of the Inland Sea
Forgiveness Day
A Man of the People
A Woman’s Liberation
Old Music and the Slave Women
The Finder
On the High Marsh
Dragonfly
Paradises Lost

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

The Girl With All The Gifts

Cinema Fantástico

The Girl With All the Gifts, que em português deverá ficar com a tradução atroz do livro (A Rapariga que Sabia Demais da Editora Nuvem de Tinta), é a adaptação cinematográfica do livro homónimo de M. R. Carey, que foi teve bastante sucesso em 2014. Já existem algumas críticas ao filme muito boas, mas ainda não estou com as expectativas demasiado altas, pois já sei que me posso desiludir, especialmente quando gostei bastante do livro. No entanto, é um dos filmes que aguardo com grande interesse para verificar se, de facto, será tão bom como o livro. O poster do filme é muito fraquinho, podiam ter feito algo bem mais imaginativo, é pena! O filme já estreou no Reino Unido a 23 de Setembro de 2016, mas ainda não sabemos quando chega a Portugal.

Num futuro próximo, a humanidade tem sido devastada por uma doença fúngica misteriosa. Os afectados deixaram de ter livre arbítrio e transformaram-se em "hungries" que comem carne sem parar. A única esperança da humanidade é um pequeno grupo de crianças híbridas que anseiam carne viva, mas continuam a ter a capacidade de pensar e sentir. As crianças vão para a escola numa base do exército em Home Counties, onde são submetidos às experiências da Dra. Caroline Caldwell, e a professora Helen Justineau apega-se particularmente a Melanie, que é a criança mais especial de todas. Contudo, a base acaba por ser invadida pelos "hungries" e um pequeno grupo consegue escapar, mas embarca numa perigosa viagem de sobrevivência. O filme conta com Gemma Arterton (Helen Justineau), Sennia Nanua (Melanie), Glenn Close (Dr. Caroline Caldwell), Paddy Considine (Sgt. Eddie Parks), Anamaria Marinca (Dr. Selkirk), Dominique Tipper (Devani), Fisayo Akinade (Pvt. Kieran Gallagher) e Anthony Welsh (Dillon) no elenco.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

New Song

Música do Dia

"New Song" é o primeiro single do novo álbum das Warpaint, Heads Up, que foi lançado a 23 de Setembro de 2016. É o terceiro álbum da banda feminina de indie rock, que é composto pelas meninas Emily Kokal (voz, guitarra), Theresa Wayman (voz, guitarra), Jenny Lee Lindberg (baixo, voz), e Stella Mozgawa (bateria).

domingo, 25 de setembro de 2016

Sofia Vergara

Momento Sexy (55)

Deliciosa Leitura Fantástica (140)

She had never entirely let go of the notion that if she reached far enough with her thoughts she might find someone waiting, that if two people were to cast their thoughts outward at the same moment they might somehow meet in the middle.

Station Eleven, Emily St. John Mandel

sábado, 24 de setembro de 2016

O Prazer da Leitura (140)

In this here place, we flesh; flesh that weeps, laughs; flesh that dances on bare feet in grass. Love it. Love it hard. Yonder they do not love your flesh. They despise it. They don't love your eyes; they'd just as soon pick em out. No more do they love the skin on your back. Yonder they flay it. And O my people they do not love your hands. Those they only use, tie, bind, chop off and leave empty. Love your hands! Love them. Raise them up and kiss them. Touch others with them, pat them together, stroke them on your face 'cause they don't love that either. You got to love it, you! And no, they ain't in love with your mouth. Yonder, out there, they will see it broken and break it again. What you say out of it they will not heed. What you scream from it they do not hear. What you put into it to nourish your body they will snatch away and give you leavins instead. No, they don't love your mouth. You got to love it. This is flesh I'm talking about here. Flesh that needs to be loved. Feet that need to rest and to dance; backs that need support; shoulders that need arms, strong arms I'm telling you. And O my people, out yonder, hear me, they do not love your neck unnoosed and straight. So love your neck; put a hand on it, grace it, stroke it and hold it up. and all your inside parts that they'd just as soon slop for hogs, you got to love them. The dark, dark liver--love it, love it and the beat and beating heart, love that too. More than eyes or feet. More than lungs that have yet to draw free air. More than your life-holding womb and your life-giving private parts, hear me now, love your heart. For this is the prize.

Beloved, Toni Morrison

terça-feira, 20 de setembro de 2016

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Evolução

Cinema Fantástico


Evolução
Realizador: Lucile Hadžihalilović.
Com: Max Brebant (Nicolas), Roxane Duran (Stella), Julie-Marie Parmentier (Mother), Nissim Renard (Frank), Mathieu Goldfeld (Victor), Pablo-Noé Étienne (Lucas).
Estreia: 16 de Março de 2016 em França.
Portugal: 22 de Setembro de 2016.

Evolução é um filme francês, belga e espanhol, um drama de ficção científica, que, apesar de se ter estreado este ano em França em Março, só chega agora a Portugal, apenas a uma sala de cinema em Lisboa, onde fica somente uma semana. Contudo, o filme já se tinha estreado em 2015 no Festival Internacional de Filmes de Toronto e venceu prémios no San Sebastián International Film Festival, no Stockholm International Film Festival e no Utopiales.

Nicolas, um menino de 10 anos, vive numa ilha isolada com a mãe, numa aldeia em que só existem mulheres e rapazinhos. Todos os rapazes fazem estranhos tratamentos médicos num hospital à beira mar. Só Nicolas se pergunta o que está a acontecer. Ele sente que a mãe lhe mente e está decidido a saber o que ela faz na praia à noite, com as outras mulheres. As suas descobertas marcam o início de um pesadelo para o qual ele é irremediavelmente atraído. Mas Stella, uma das jovens enfermeiras do hospital, revela-se uma aliada inesperada.

Beleza na Passadeira Vermelha dos Emmys